quarta-feira, 25 de junho de 2014

Hiperactividade e Défice de Atenção

http://inesvinagre.blogspot.pt/p/hiperactividade-as-criancas-com.html

Hiperactividade e Défice de Atenção

As crianças com Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção (PHDA) têm dificuldade em concentrar-se e tomar atenção durante muito tempo, distraem-se facilmente, fazem as coisas sem pensar e são demasiado activas (por exemplo, é-lhes difícil estar sentadas e quietas no mesmo sítio). Também não é fácil para elas seguirem regras ou esperar (por exemplo, podem interromper as conversas ou falar por cima dos outros).

Estes comportamentos são mais frequentes e piores do que aqueles que são habituais nas crianças com a mesma idade. Acontecem em contextos e sítios diferentes: na escola, em casa, no parque infantil.

Por causa destas dificuldades algumas crianças também têm problemas na escola e na realização das tarefas escolares, sentem-se ansiosas e com pouca auto-estima, têm dificuldade em manter os seus amigos e podem ter um comportamento desafiante e agressivo.

Na verdade, qualquer um de nós (crianças, jovens ou adultos) pode experienciar períodos de falta de concentração, impulsividade ou hiperactividade. Mudanças importantes na nossa vida também podem, temporariamente, provocar comportamentos que são típicos da PHDA. Por isso é importante que o diagnóstico desta perturbação seja precedido de uma avaliação rigorosa realizada por um ou mais profissionais de saúde, entre os quais o Psicólogo.

Ouvimos falar muito em crianças hiperactivas e parece existir alguma tendência para explicar o mau desempenho e o mau comportamento das crianças pela presença de PHDA. No entanto,apenas 5% das crianças sofre desta perturbação e em Portugal esta percentagem é ainda mais baixa.

Existem tratamentos eficazes para a PHDA – não só farmacológicos mas também psicológicos: é possível gerir os comportamentos de uma crianças com hiperactividade e melhorar a sua qualidade de vida. Se identifica estes sinais no seu filho, procure ajuda.

Informação oficial do Portal ENCONTRE UMA SAÍDA.
Enviar um comentário