Teleconsulta



A tecnologia tem evoluído continuamente, sendo a área da comunicação, até pela sua importância para o Ser-humano, uma das áreas onde essa evolução mais se faz sentir. A comunicação à distância cria possibilidades cada vez mais próximas daquilo que é o contacto real entre as pessoas. Não obstante, o instrumento central da Intervenção Psicológica é a relação interpessoal, pelo que qualquer alteração poderá ter implicações no processo de intervenção. É importante, por isso, que ao recorrer aos serviços de psicologia à distância, nomeadamente com recurso a vídeo-conferência, telefone, ou e-mail, esteja consciente de algumas limitações.

Presencial ou à distância, a intervenção psicológica é orientada pelos princípios profissionais e baseada na evidência científica e no cumprimento do Código Deontológico.

Para todas as situações haverá um contacto prévio gratuito por email ou telefone, para assegurar que o acompanhamento psicológico ou psicoterapêutico possa ser feito à distância e onde serão esclarecidas todas as questões anteriores ao início do processo. 

Neste contacto será ainda seleccionada a plataforma de videochamada da sua preferência.
A qualquer momento pode alterar-se o acompanhamento para modalidade presencial se for mais adequado.


Se optar pela teleconsulta...

...Assegure-se de que tem disponíveis recursos tecnológicos para uma videoconferência (e.g., webcam ou smartphone, ligação de internet estável);
 
...Garanta que tem um espaço físico adequado para uma sessão de intervenção psicológica à distância que garanta privacidade e silêncio;
Inês Vinagre. Com tecnologia do Blogger.

Marcar consulta






Theme Designed By Hello Manhattan
|

copyright Inês Vinagre

copyright Inês Vinagre