sexta-feira, 11 de março de 2016

Prontidão Escolar e desenvolvimento emocional

É sobretudo durante os primeiros anos de vida que se alicerçam as competências socio-emocionais essenciais para a prontidão escolar e social, manifestadas através de comportamentos compassivos, aceitantes, de empatia, bem como pela capacidade de regulação emocional e resolução de problemas. No ensino pré-escolar é tão importante o desenvolvimento de competências ao nível da aprendizagem, como preparar as crianças para desempenharem, com sucesso, os múltiplos papéis que as esperam no futuro, incluindo outra gama de competências pessoais, interpessoais, atitudes e valores. Para as crianças que poderão fazer este ano a sua transição para o 1º ciclo, este é também um momento decisivo, que influencia em grande medida o seu sucesso educativo e equilíbrio sócio-emocional. Torna-se, por isso, fundamental que esta seja feita de forma a minimizar a probabilidade de insucesso na adaptação à mudança e na aprendizagem.
Assim, uma das minhas  principais actividades nos últimos anos tem sido a realização de acompanhamento psicológico e psicopedagógico individualizado, quer em contexto terapêutico de consultório, quer integrado na sala e grupo da instituição de ensino. Paralelamente realizo sessões de grupo com as crianças de 5/6 anos, que têm como grande objectivo contribuir para um desenvolvimento emocional equilibrado e que abordarão as temáticas diversas como: Desenvolvimento Emocional, Auto-Estima, Comportamento, Socialização e Gestão de Conflitos, Pré-competências para a aprendizagem escolar (literacia e numeracia). Para a realização das sessões desenvolvemos actividades que envolvem jogos e dinâmicas de grupo, trabalhos manuais, histórias e pequenos filmes, sempre acompanhados de uma reflexão conjunta, com o intuito de consolidar os temas abordados.

Respondendo às solicitações de pais e educadores, realizo ainda avaliações psicopedagógica individualizadas do desenvolvimento e da prontidão escolar. Trata-se de uma ferramenta que permite preparar uma adequada intervenção para potencializar as competências e recuperar as dificuldades de cada criança. Com o conhecimento aprofundado das suas características, professores, pais e psicólogos estarão em condições de reunir os recursos necessários, adaptar estratégias de ensino e aprendizagem, acomodar estruturas e mobilizar serviços, para que todas as crianças possam alcançar os melhores resultados possíveis desde o primeiro momento.
Enviar um comentário